terça-feira, 7 de novembro de 2017

8º Poetizando e encantando



O 8º poetizando e encantando
Apresentou-nos a imagem
De uma linda paisagem
Que mostra o êxtase da natureza.



Solidão

Uma paisagem maravilhosa
Um tapete cor da esperança
Uma bela árvore frondosa
Abrigando um banco solitário.

Esse cenário me faz lembrar
De um alguém muito especial
Ficávamos no banco a namorar
Transbordantes em afagos e amor.

Abraçados em um só sonho
Uma vida a dois era construída
O futuro mostrava-se risonho
Tudo era êxtase e felicidade.

Mas o destino conosco brincou
Nossos sonhos se dissiparam
O amor em um repente acabou
E seguimos caminhos diferentes.

Sento no banco de outrora
Olho em volta, tudo é solidão
Almejo o romper da aurora
Na espera de um novo amor.




8 comentários:

✿ chica disse...

Linda inspiração dessa espera por um novo amor pra acabar a solidão! bjs, chica

Diná Fernandes O.Souza disse...

Bom dia minha querida amiga,

Adorei sua participação, inspirada e portentosa poesia. eu com minha audácia e singeleza deixa uma interação

Recomeçar

Um manto cor de esperança
Acarinhando a mãe Terra
Uma exuberante árvore
Exibindo suas flores e cores

O banco solitário
Tem cara de saudade
Saudade daquele amor
Que partiu deixando dor

Dos momentos vividos
Restou a lembrança dos sonhos
Planos desfeitos, vida desmoronada
A amada esbanjando lamentos

O amor tem dessas coisas
Um que oferta, outro que nega
Nada dura para sempre
E coração é bandoleiro

Não chore, sorria para a vida
Um novo dia implica em recomeço
Quem sabe os ventos da madrugada
Traz em suas asas o seu alento

dinapoetisadapaz

bjsss e lino dia!

Antonio Pereira Apon disse...

Sonhos, solidão, espera, esperança... A poesia preenchendo o banco nessa sua bela participação.

Um abraço.

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Olá querida Lúcia! amiga por mais uma vez participar tão lindamente do Poetizando e Encantando. amiga, que bela poesia. lembranças de um amor que tomou rumos diferente mas que marcou. A paisagem dos verdes campos lhe fez retornar no tempo e que que bela poesia! Muito obrigada! Parabéns, seja sempre bem vinda! Abraços com desejos de muita felicidade.

Poesia do Bem disse...

A solidão dói, a saudade é a alma terna de amor

Elza Interaminense disse...

Querida lúcia como é bom quando as lembranças são boas e enchem nossos corações de saudades.
Esse cenário me faz lembrar
De um alguém muito especial
Ficávamos no banco a namorar
Transbordantes em afagos e amor.

Lembranças de uma amor que marcou. Linda poesia, uma maravilhosa participação. parabéns amiga! Abraços

Genilda Maria da Silva disse...

Lúcia! Poetizas -te e encantas -te. Que bela inspiração. Uma linda poesia vista através da janela, recordando um grande amor que o destino separou. Parabéns querida, arrasou! Bjus no coração.

Toninho disse...

É o amor amiga e que bela inspiração.
Uma janela para o amor, para a vida.
Bonita participação amiga.
Beijo

1 Imagem, 140 Caracteres #264 - Sem Venda

http://www.devaneiosedesvarios.com/2018/01/1-imagem-140-caracteres-264.html Sem Venda Que a consciência prevaleça Cada el...