segunda-feira, 5 de julho de 2021

Botando a cabeça pra funcionar nº 19 Brinde à Solidão


A brincar Chica nos convida

Nas datas 5, 15 e 25

Vamos nos inspirar

Na imagem sugerida!

chicabrincadepoesia.blogspot.com.br/botandocabecaprafuncionar19

Brinde à Solidão

 

Fim de tarde chuvoso!

Da janela vejo a noite caindo,

O vento tenebroso soprando!

No céu, nenhuma estrela reluzindo!

Lá fora, tudo é frio e tristonho,

Aqui dentro o aconchego!

As chamas ardentes da lareira

Me aquecem num instante!

Sobre as flores,

recaem meus olhos,

inebriando-se com o seu perfume!

Relembro a infância, os amores,

Sirvo-me um copo de vinho,

Ergo um brinde à solidão,

Minha companheira fiel!

https://brincadeirasdepoetas.blogspot.com.br/botandocabecaprafuncionar19. 

13 comentários:

  1. Bom dia de paz, querida amiga Lúcia!
    Tim, tim, com votos de saúde e paz!
    Muito bonito o poema e o brinde.
    Aqui dentro do nosso quartinho, o aconchego e o quentinho.
    Santi o aconchego em suas palavras.
    Uma leitura diferente e carinhosa no amor próprio.
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos carinhosos e fraternos de paz e bem

    ResponderExcluir
  2. Linda inspiração e até a solidão,se aceita, pode ser bem saudada e brindada. Linda tua inspiração ! Brindes valem sempre,com calor ou frio..Vale o aconchego! Obrigadão! beijos, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia:- Participação poética fascinante. Deixo o meu mais forte elogio
    .
    Saudações … um dia feliz
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  4. A imagem é simplesmente fabulosa! Amei :))
    -
    Sãos teus olhos o mistério escondido
    -
    Beijos, e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  5. Ah, que lindo este brinde a solidão tão belamente poetizado.
    A chuva que cai para festa da terra há alegria, o estar no aconchego de uma lareira inspira, mas tem um tal de saudade que vem sempre misturada com uma dose de solidão e aí um gole de vinho e a cabeça voa pelos versos melancólicos, mas que faz poesia uma obra prima.
    Que a solidão seja poesia e que a vida seja comemorada em cada dia.
    Belíssima participação amiga.
    Beijo e paz no coração.

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Lúcia,
    Tão belo o seu poema inspirado na imagem!
    Adorei!
    Parabéns pela inspiração.
    Beijinhos e uma boa terça.
    Ailime

    ResponderExcluir
  7. Que bela inspiração. Uma solidão generosa e bem aceita .TB gosto desses momentos a sós. Um ambiente acolhedor e a companhia de uma bebida quente em dias frios. Lareira inspira romantismo, quietude e recolhimento. Abraços. Fique na paz.

    ResponderExcluir
  8. Um belo versar, brindando com maestria mais uma séria brincadeira de poetizar.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Gostei da sua participação, os brindes devem ser bem celebrados na nossa vida. Vamos adiante, vivendo as graças de Deus.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Bela participação com brilhantes versos. Parabéns sempre. Uma semana maravilhosa.

    ResponderExcluir
  11. Oi Lucia estava imaginando o calor da lareira com esse friozinho e sentir o perfume de flores, é muito bom.
    Amei seu poema, faz gente viajar.
    Boa semana,beijos,Vi

    ResponderExcluir
  12. Um belo poema a versar a solidão, a poesia que não nos deixa sós, por aqui, sempre nessa séria brincadeira de poetizar.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir

Uma imagem, uma trova 20

  Chegou o dia de brincar De uma imagem, uma trova Com certeza vai gostar De pôr o cérebro à prova   Deixe sua inspiração fluir Um...