quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

♥ Botando a cabeça pra funcionar nº 02 ♥ Desabafo de uma árvore



Botando a cabeça pra funcionar
É um desafio super legal
Sempre é ótimo dele participar
Para exercitar nosso intelectual
Interagir, cultivar e estreitar
Os laços de amizade virtual.




Desabafo de uma árvore


Já fui uma árvore frondosa
Vias, avenidas e praças enfeitei
Com minha sombra maravilhosa
O calor de muita gente aliviei.

Hoje sou vítima da maldade
Do ser humano sem coração
Usa a motosserra sem piedade
Assassina-me sem compaixão.

Tudo isso em nome do progresso
Da cobiça por poder e dinheiro
Não pondera que o sucesso
Como vendaval é passageiro.

Mas, sou natureza resistente
Basta o orvalho da alvorada
Para o verde florir subitamente
E meu tronco ter a vida renovada.

12 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Boa tarde!
Excelente publicação e inspiração!! Amei!

beijinhos

Gil António disse...

Poetizar sobre a natureza, neste caso sobre a árvores, oferece-nos poemas lindos.
.
* Exultação de um amor intenso *
.
Votos de um dia feliz

Estação Cigana disse...

Boa tarde querida!
Lindo, lindo, lindo o desabafo e tua sensibilidade e participação.
Amiga,se não se incomodar apagarei o comentário lá no blog Delicadezas da mãe natureza,com teu endereço pessoal por ser algo muito particular.
Quando eu te pedi o endereço para contato referi-me a um e-mail.
Quero falar contigo particularmente sem ser no blog entende?
Desculpa a ausência pois fiquei sem pc.
Uma excelente semana e carnaval para ti.
Abração com car4inho

Elvira Carvalho disse...

Um bonito poema, numa excelente participação
Abraço

Ana Bailune disse...

Pobres árvores, tão poderosas e tão indefesas ao mesmo tempo! Tenho algumas no meu jardim, e temo pelo destino elas depois que eu me for...

Ailime disse...

Magnífico poema!
Excelente leitura da imagem duma triste realidade que grassa infelizmente por todos os locais do Planeta.
Um beijinho,
Ailime

✿ chica disse...

Gostei da intensidade de tua participação.
Belo desabado e que bom a natureza não se deixa abater...ela sabe que vai renascer e reflorir...LINDA! beijos, obrigadão! chica e levei teu link!

Poesia do Bem disse...

Muito boa tua reflexão. Bjs

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Olá Boa noite!
A minha visita de hoje é para comunicar e deixar o convite do Poetizando e Encantando, 22ª edição. Nessa semana eu não iria postar, como não comuniquei antecipadamente na edição 21ª, resolvi postar amanhã, sexta-feira para não ficar sem esta edição.
Motivo, o carnaval na minha cidade é muito animado. Todos os blocos e não são poucos, passam na minha rua e nesse período minha casa fica cheia de amigos, para nossa alegria. Não tem como eu não cair na folia. Posto amanhã e ficará até o próximo domingo, mais tempo para todos participar do carnaval, quem gosta assim como eu, e para que possamos organizar nossas postagens fazemos as visitas que tanto amamos.
Desde já muito obrigada pelo carinho e atenção que tem tido para comigo participando lindamente desta BC e que o seu feriadão seja muito feliz com alegria e paz. FELIZ CARNAVAL.
Aguarde que as imagens desse edição estão chamativas para belas poesias. Até amanhã!
Abraços da amiga Lourdes Duarte

Os olhares da Gracinha! disse...

ADOREI o seu poema perante um interessante olhar!!!bj

Alegria de Viver disse...

Oh amiga, seu olhar desnudou a maldade humana para com a natureza de forma sensível e bela! Parabéns !
Bjsss!

Toninho disse...

A força da natureza em sua bela poesia Lucia.
A matança é grande em nome de progresso, de mobilidade e mais ainda para atender o capital com sua fome voraz.
Lamentavelmente estamos numa guerra e precisamos ser defensores das pobres arvores.
Perfeita sua leitura da imagem.
Bjs

1 Imagem, 140 Caracteres #264 - Sem Venda

http://www.devaneiosedesvarios.com/2018/01/1-imagem-140-caracteres-264.html Sem Venda Que a consciência prevaleça Cada el...