quarta-feira, 15 de novembro de 2017

BC RAIO-X_ 2017_ O fazer e o não fazer.





Meu Raio X dessa semana

Propostas:

1- Em sua vida há alguma coisa, que se arrependeu de não ter feito?
      Sim. Minha mãe viajava para fazer compras em Curuaru/PE mais meu pai e minha irmã e eu nunca ia com medo de assaltos ou acidentes e, me arrependo de não ter ido, pois todas as viagens foram tranquilas, não teve nenhum assalto e a besta aqui perdeu de conhecer novos lugares, uma feira famosa e de fazer compras a seu gosto por um medo sem futuro.


2- Qual foi a coisa mais difícil, que você já fez?
      Quando recebi a notícia de que meu pai tinha passado mal na Chácara e tínhamos que ir buscá-lo. Vir com ele, presenciando seu sofrimento, sem poder acudi-lo e vendo a hora ele morrer antes de chegar ao hospital foi muitíssimo difícil. O trajeto de 12 quilômetros até o hospital foi uma eternidade. Depois vieram os últimos quinze dias da vida dele, o falecimento e todos os momentos de despedida foram de dor imensurável.



3- O que você faria diferente se soubesse que ninguém iria julgá-lo?
        Nada. Não gosto de fazer as coisas pensando no que os outros vão dizer ou pensar da minha atitude. Gosto de viver minha vida conforme minha vontade e meus princípios e não o que os outros ditam ou acham. Não gosto de julgar, justamente para não dar brecha a ninguém de fazer qualquer tipo de julgamento a meu respeito, embora tenha alguns desocupados que vivem de olho na vida do outro e julgando de acordo com suas mentes diabólicas e maliciosas.






5 comentários:

✿ chica disse...

Essa de Caruaru recentemente e que ouvi falar que está perigosa. Será antes também? Ou era só TEU medo mesmo,rs...

A tristeza da perda é grande mesmo.
Gostei de todas as tuas respostas,Lúcia! Muito boas! bjs, tudo de bom,chica

Roselia Bezerra disse...

Boa tarde, querida Lúcia!
Começando de trás para frente, a de número 3 é bem eu... não aparece para ajudar e vem meter o bedelho onde não são chamados... Nos poupem! Temos mais o que fazer... Mal dá tempo de nos conhecermos durante a vida toda quanto mais ficarmos tomando conta da vida alheia, perda de tempo total... Gostei dos cartazes... Muito bons e certos!
Quanto à dor da perda do pai, eu também senti e uma tia me disse que um dia ela seria uma saudade gostosa mas este dia nunca chegou até agora... Como a compreendo, querida.
Meu pai sempre falava de Caruaru pois era pernambucano e eu conheci um pouco de lá mas só fiquei em Recife e fui visitar Olinda, não mais. Bateu vontade de ir visitar esta feira...
Seja muito feliz e abençoada!
Bjm de paz e bem

Anete disse...

Boas respostas. Há medos que nos impedem mesmo de fazer as coisas,puxa, e Caruaru é um bom passeio...
Bjs

Toninho disse...

Muito obrigado Lucia por você aceitar minhas propostas e nos mostrar mais um pouco de você, que já mora no meu carinho nesta grande família que formamo. Quanto mais conheço as pessoas mais posso gostar delas. Também sofri muito com a decadência de meu pai e o vi sofre muito para morrer e assim foi com minha mãe, que esperou eu chegar da Bahia em Minas para viver mais uns 10 dias.Mas é a vida amiga. Tenho amigos que vão sempre para a Feira de Caruaru e adoram pois os preços para eles revendedores compensa a viagem.
Muito boa sua postura de não se ligar pelos julgamentos tão comuns da raça humana e assim levar sua vida como bem pensa dentro do concebível para você.
Um abração com carinho amiga e que o fim de semana seja lindo.
Beijo

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Boa tarde, Lucia
Gostei de saber um pouco mais de você.
Acompanhar um ente querido na enfermidade é mesmo muito doloroso.
E não ligar para a opinião alheia é muito importante.
Deixo um beijinho e o meu carinho.
Verena e Bichinhos.

Vamos brincar co m a chica nº 17

https://sementesdiarias.blogspot.com.br/ Quinta-feira dia de brincar A palavra da hora é rede Vamos a cuca exercitar S...